História Inacabada

Fecho os olhos e recordo-me das juras de amor que me prometeste, que me fizeram imaginar mil e uma coisa, que me fizeram sonhar num manto branco e coberto de suavidade.
As minhas noites são passadas em claro a pensar como seria o nosso futuro, como seria o nosso amor e as nossas memorias. Lembro-me da primeira vez que fizemos amor, que trocamos caricias, que nos envolvemos de paixão e descobrimos os nossos corpos cruzarem-se. E o nosso primeiro encontro e o nosso primeiro beijo, como me lembro tão bem, quanta inocência havia entre ambos, quanta curiosidade. Foi maravilhoso.
Hoje olho para um céu estrelado, com a esperança que estejas ali mesmo, numa pequena estrela brilhante a chamar por mim e a sorrir me. Como eu desejaria ver teu rosto, te lançar um beijo de saudade, seria como confortar a minha alma, seria uma pequena cura para sarar a minha tristeza. Foste cedo demais, deixaste me perdida a derramar lágrimas, a sofrer por nunca mais te poder tocar, ouvir e sentir. Quero-te de volta, mas sei que isso é impossível e isso me desfaz ainda mais por dentro, me sufoca só de pensar.
Adeus meu inspirado amor ou um até já, porque um dia me irei cruzar contigo nesse Mundo mágico que é o céu carregado de paz e eternidade.
Enquanto não vou até ti, espera por mim e descansa em paz.

Comentários

  1. Wow, até me arrepiei! Essa história é verídica?!

    http://viverentrelacos.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não querida Cátia :)

      Pura imaginação :)
      É triste eu sei, mas a inspiração não me dá escolha =/

      Eliminar
    2. Tens muito jeito para a escrita. Acredita que o texto arrepiou-me pa catano.
      Espero que apenas seja uma fase má e que daqui a uns dias possa ler aqui uns textos mais alegres. =)

      http://viverentrelacos.blogspot.pt/

      Eliminar
    3. Ai é tão bom ler isso Catia, Obrigada :)

      Vou tentar alegrar mais o meu cantinho, a ver se dou umas cocegas na inspiração :p

      Beijinhooo e tem uma boa noite**

      Eliminar
    4. Vou ficar à espera *

      http://viverentrelacos.blogspot.pt/

      Eliminar
  2. Ao ler também me causou a dúvida se a história seria verídica (no bom sentido). Continua *

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Seja quem for, obrigada e seja bem-vindo(a) :)

      Boa noite*

      Eliminar
  3. Igualmente :D É a minha estação preferida!

    Muuito bonito o texto, parabéns *

    ResponderEliminar
  4. A saudade é, realmente, a mais maldita das vontades.

    Mas um dia viverás a alegria, tens de acreditar que sim! E, quando a viveres, ela ofuscará todas as dores que sentiste, os amargos de boca que teimam em não desaparecer.
    As partes menos boas da vida nunca desaparecerão, só terá mudado a tua perspectiva da vida e, quando ela mudar, serás mais feliz.

    Beijinho

    ResponderEliminar
  5. Que texto bonito, Paula. Por um momento pensei que pudesse ser uma experiência pessoal, mas depois lembrei...ela escreve muito bem!!!Tem mil histórias lindas dentro dela!!!
    Um beijinho de bom dia :)

    ResponderEliminar
  6. Oh que bonito :)

    Triste, mas apaixonante :))

    Beijito*

    ***

    ResponderEliminar
  7. Paula, não é fictício.. este acontecimento já me aconteceu no ano passado e felizmente deu negativo. Apenas me relembrei do passado e disse o que pensei na altura.. é a minha opinião. :x

    ResponderEliminar
  8. Paula, eu estou aqui é para aceitar a tua opinião.. só pelo simples facto de te preocupares comigo já é tão bom. Faz-me falta amigos assim sabias? É bom saber que te preocupas e que me dás na cabeça já que nem a minha própria mãe dá.. :x
    Paula, és uma grande amiga e estarei sempre aqui para ti, eu sei que fomos muito irresponsáveis.. mas sim ainda bem que deu negativo. Aprendi muito com isso, mesmo muito e acima de tudo ganhei muita maturidade.

    Um beijinho, pessoa amiga e especial!*

    ResponderEliminar
  9. Respostas
    1. Que bom :) Até fico corada.

      Bjinho grande :)

      Eliminar
  10. Tocante...Nesta vida ou noutra vai haver sempre um reencontro :)

    Beijinho*

    ResponderEliminar
  11. Tão triste e tão lindo. Escreves muito bem Paula.

    ResponderEliminar
  12. Obrigado Paula, és sempre uma querida. :)

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

A Madrinha tem Saudades Tuas

Puffs Mágicos - Uma ideia criativa

Nicequest - Site de Questionários - Trocas Pontos por Produtos