O Teu Lugar é Aqui, Pertinho de Mim
















No escuro do nosso quarto eu procuro por ti
Passo os meus braços sobre os lençois da nossa cama
Mas não te encontro, movo novamente as minhas mãos
Na esperança de estar enganada e de te encontrar junto a mim
Mas tu não estás
Esta cama onde apenas só eu me encontro
Fica despida quando a tua presença desaparece
Quero e espero ansiosamente pelo dia que a vais ocupar de novo
Que vamos nela deixar fluir o nosso amor
Que vamos um abraço dar e em forma de conchinha vamos deitar
Estas noites geladas sem ti são um tormento para mim
Sinto tantas saudades das nossas noites românticas
Quando me pegavas ao colo e de sorriso e beijo marcado
Pareciamos as pessoas mais felizes do Mundo
Saudade apertada de dormir junto a ti, de adormecer com o teu suspiro
Acordar a meio da noite e com um simples olhar
Um beijo na testa te dar
Sinto tanto a tua falta, volta depressa para este nosso paraíso
Volta, porque sem ti eu fico perdida nesta cama despida
A tua almofada eu cheiro, pois é do teu perfume que eu procuro
Agarro-me a ela como se fosses tu aqui presente
Apertando-a contra mim e aconchegando-me bem de mansinho
Deixando simplesmente levar-me pelo toque dela
Imaginando caricias tuas sobre o meu rosto
Que vão cercando todo o meu corpo
Assim, eu faço de conta que estás aqui comigo
Faço, somente por acreditar que hoje foi o dia em que chegaste dessa tua longa viagem.

Volta Depressa!

Comentários

  1. Sim, volta, preciso de ti. Dormir sem o teu ombro não é tão confortável.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Dormir acompanhado com quem se ama é muito bom :)

      Eliminar
  2. Estar, ficar, dormir....enfim, fazer tudo ao lado de quem se ama é maravilhoso.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fabricio é verdade :)

      Bom fim de semana*

      Eliminar
  3. Não ter medo de mostrar o que se pretende, o que se sente efectivamente. Não ter medo de correr a trás. Pois mais vale o sabor amargo do não ter porque não foi possível por razões alheias (ou não), do que o sabor amargo do não ter tentado, sequer. Estar/ficar na ignorância e mau, muito mau!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Essência, o que isso tem a ver com o meu poema? :)
      Fiquei a questionar =/

      Eliminar
  4. Na minha leitura ao teu poema, tem tudo a ver. Ora, se o tema fala de fazer uma retrospectiva ao que já se teve. O reviver tudo com determinada pessoa. Aquele desejo que nos inquieta a alma por não ter quem já se teve, mas que as lembranças não largam a mente, sim, tem tudo a ver. Pelo menos para mim, claro. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ah, agora já entendi com este comentário, com o de cima não estava a conseguir associar ao poema. Obrigada por esclareceres :)

      Beijinho e bom fim de semana*

      Eliminar
  5. Precisamos sempre da pessoa que amamos, não é? :)

    Lindo poema amiga :)

    ResponderEliminar
  6. Respostas
    1. Já que não partilho amor com um namorado, partilho então na escrita :p

      Obrigada*

      Eliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

A Madrinha tem Saudades Tuas

Tragédia que Nunca Esquecerei

Avó Ausente