Querias vaga de emprego? Então vou gozar um pouco.

Hoje aconteceu uma situação que só quem passa por elas é que acredita, ainda estou estupefacta com a conversa que tive para candidatar-me a um emprego e esse senhor nem respeito teve por mim.

Como sabem estou no desemprego e qualquer coisa neste momento é bem-vinda, desde que seja um emprego honesto e valorizado. Então encontrei um anúncio numa loja que pedia uma empregada, neste caso era para empregada de balcão.
O pior foi a conversa que tive para candidatar-me há vaga, como a loja estava fechada, retirei o número de telemóvel e quando cheguei a casa liguei.  Mas antes fui informar-me com a minha vizinha que tem um consultório mesmo ao lado dessa loja, ao qual é o meu espanto que aquela loja já estava fechada há meses com o tal anúncio e com material lá dentro e que andavam a recrutar alguém que fizesse um horário das 9h às 19h semanal, mais sábados, por apenas 300€! Sim, 300€, nem tão pouco o ordenado minimo oferecem, isto é preciso ter descaramento e claro que ninguém aceita por mto desesperado que esteja, pois isso é mesmo a gozar com as pessoas, o dobro do trabalho e ainda uma miséria de ordenado? Enfim.

Depois a minha vizinha também referiu que algo não batia certo naquela loja, pois além de estar fechada há meses com material lá dentro, presumidamente o dono do negócio já deve dever renda e o senhorio pelos vistos para garantir o que lhe é por direito, proibiu o dono de retirar seja o que for de lá e por isso que o anúncio ainda se encontra lá a "enganar" as pessoas.

 Mas só para terem uma noção da conversa telefónica que tive com o dono do negócio aqui fica em diálogo o que se passou...

Antes desta conversa, sendo a segunda chamada feita, na primeira teve o descaramento de atender e fazer-se de atendedor de chamadas, a dizer "Neste momento estou ocupado, deixe mensagem"... É que atendeu-me a chamada, isto porque conseguia ouvir o motor do carro a trabalhar, para simplesmente me dizer isto (pensou com certeza que fosse algum credor, só pode)... mas não fiquei por ali e então fiz a segunda chamada, ao qual atendeu-me logo no primeiro toque -.- . Há gente tão descarada.

Eu: Boa tarde, chamo-me Paula ... e estou a ligar devido a um anúncio que vi na porta da vossa loja a precisar de uma empregada, gostaria de saber mais pormenores sobre a oferta.

Senhor: Mas quais pormenores? Isto tem de ser falado pessoalmente.

Eu: Sim, mas eu fui à vossa loja e estava fechada, por isso retirei o número e estou a contactar.

Senhor: Tem razão tem, mas o que tem de fazer é mandar para este número o seu nome e contacto telefonico.

Eu: Mas mandar como? Uma mensagem?

Senhor: Sim e depois esperar por uma entrevista.
 
Eu: Mas procuram exactamente uma empregada para escritório?

Senhor: Não, balcão, empregada de balcão.

Eu: E a nível de habilitações o que procuram? Não gostariam de ver o curriculo?

Senhor: Isso não interessa.

Eu: Não interessa?! Como assim? Não precisam de saber se tenho experiencia na área, se tenho habilitações para o cargo?

Senhor: Não. (rindo-se)

Eu: Ok. E em termos de horário, são as 8 horas dárias certo? Ou é em Part time?

Senhor: Claro que são 8 horas, o que havia de ser? (rindo-se em modo de gozo)

Eu: Obrigada pelo esclarecimento, boa tarde.


Ou seja, além de eu ter que perguntar tudo, pois o senhor nem se dignou a dar detalhes, ainda gozou na minha cara a rir-se feito estúpido, onde não havia qualquer tipo de piada para gargalhar, era mesmo riso de gozo e certamente uma maneira de me despachar.

Quando ele simplesmente me disse "Isso não interessa" na parte do curriculo, disse logo para comigo que ele não era de confiança e estava a enrolar-me.

Enfim, há gente que me deixa boquiaberta ...

Comentários

  1. MEU DEUS...estou parva com o que li O_O mas que descaramento...

    ResponderEliminar
  2. Se fosse eu nem ligava. As informações que a tua vizinha deu no meu caso eram suficientes. Mas sim, há quem trabalhe 8h/dia a 300€. O desespero leva a isso, infelizmente.

    ResponderEliminar
  3. Sim, eu só liguei para confirmar se mantinham esta informação ou se havia alterações, porque o que a vizinha me disse poderiam ser boatos entendes? Então preferi ligar e saber, mas neste caso mal emprego foi o dinheiro na chamada.

    Quanto ao trabalhar 8h mais sábados dúvido que uma pessoa se sujeite a isso com um final de ordenado de 300€ que não dá para nada nos dias de hoje, fazer trabalho dobrado e pagarem uma miséria, é mesmo de patrões aproveitadores e com grande descaramento, por isso que ainda não conseguiram ninguém para o cargo.

    ResponderEliminar
  4. Que pessoa podre!!! Aqui aconteceu-me também uma... passei por uma sapataria e estavam a pedir uma empregada...e eu entrei para perguntar sobre a vaga, pois apesar de ter estudos superiores não vou ficar a espera do emprego ideal na área e como gosto de sapatos decidi arriscar ...a empregada que estava lá perguntou-me se tinha experiência a vender calçado...e eu disse de calçado não...mas de outras coisas sim. Disse logo que nem valia a pena candidatar-me... desde quando é que se podem recusar a receber uma candidatura?? e depois é ver o pessoal a queixar-se que nós não queremos trabalhar ou que ninguém aparece lá para concorrer às vagas...

    ResponderEliminar
  5. A mim também já me aconteceu de tudo... começo a ficar um bocado farta destas tretas.

    ResponderEliminar
  6. Inacreditável!! Isto há com cada história..eu bem tento não me desiludir com as pessoas mas sabendo que existem senhores desses no mundo é difícil! Ainda gozam com a situação..e 300€ essas horas todas? É ao que nós chegamos..enfim!

    ResponderEliminar
  7. E quando eu penso que já vi e ouvi tudo vem algo que me faz perceber que ainda tenho tanto para viver,que situação.

    ResponderEliminar
  8. É só burlões a vender banha da cobra... Incrível!!

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

A Madrinha tem Saudades Tuas

Tragédia que Nunca Esquecerei

Avó Ausente