Um dos Confortos da Minha Casa

Às vezes dou por mim a pensar como conseguem aguentar tamanho frio lá fora aqueles que vivem na rua. Eu aqui pertinho da minha lareira, no conforto e quentinho da minha casa e penso como posso eu agradecer ter um tecto para viver e temperatura para sobreviver a este frio gélido.
Já pensaram o que é dormir ao relento, por vezes somente com uma roupinha em cima da pele e num banco de jardim ou no chão das ruas onde toda a gente passa? Dá-me pena haver situações destas e saber que cada vez mais vão existir pessoas a sentir necessidades nesta vida, principalmente de conforto e alimentação.
E uma lareira não consegue substituir um aquecedor ou uma braseira, não pelo facto de ambos ambientarem as casas, mas sim pela beleza que a lareira tem, o apreciar o lume e a lenha a arder, o quentinho que é proporcionado e que nos dá uma moleza enorme. É verdade que dá algum trabalho ou bastante até, pelo facto de termos de limpar, tirar a borralha, ir à lenha (sim que ela não cai do céu) e cortar a mesma para que essa consiga caber na dita lareira :)
É fácil dizer "Tu é que tens sorte, tens lareira.", posso dizer sim que sou sortuda e adoro mesmo ter lareira, é o que me aconchega neste frio Inverno, mas também dá muito trabalhinho :)
Deixo-vos uma fotinha, meia desfocada, deste meu momento zen pertinho da minha bela e ardente lareira :p

Comentários

  1. Eu adoro tanto sentar-me junto à lareira! Dá sempre um ambiente mais aconchegante à casa. Realmente custa imaginar que há tanta gente a dormir na rua com este frio :s

    ResponderEliminar
  2. Aiiii deve ser mesmo do pior que há :(:(

    Beijinho*

    ResponderEliminar
  3. Fazes-me inveja. E eu até tenho uma casa com lareira, mas raramente lá vou. É numa aldeia que até nem é muito longe (35 Km), mas é uma pasmaceira e ninguém quer ir para lá... Eu até me mudava, nem que tivesse que vir todos os dias para Lisboa, mas mais ninguém quer...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas de vez em quando deve fazer bem lá ir para espairecer da rotina :) Eu se vivesse numa cidade, fazia questão de ir uns dias à aldeia para sair desse stress citadino :)

      Eliminar
  4. Olá :D
    Oh, Paula, se tu soubesses o quanto eu amo a minha lareira, o por estar ali, com as luzes apagadas e iluminado apenas pelo fogo que arde. AMO mesmo.
    Infelizmente aqui não há disso. Há aquecedores e pronto. Já disse aos meus pais que quando chegar a casa quero lume feito ahah
    Beijinhos e bom fim-de-semana*

    ResponderEliminar
  5. Infelizmente existem muitas pessoas que não podem usufruir desse conforto assim como de outros. Assusta-me o momento em que vivemos, em que cada vez mais existe menos dinheiro para as pessoas sobreviverem...avista-se um futuro muito escuro e imprevisível.

    P.S.: adoro as tuas pantufas ;)

    ResponderEliminar
  6. É mesmo das melhores coisas! Em minha casa, no norte, tenho lareira mas onde estou a viver na cidade onde trabalho não e faz-me imensa falta mesmo, pois um aquecedor não consegue substituir o quentinho da lareira!

    ResponderEliminar
  7. Eu não tenho lareira, só mesmo aquecedor...mas realmente dá-me pena aquelas pessoas que dormem ao relento...

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

A Madrinha tem Saudades Tuas

Puffs Mágicos - Uma ideia criativa

Em modo de Desabafo...