Parece Que Vem Tudo aos Montes

Isto realmente é de pregar um "soco" à vida. Aparece umas coisas atrás das outras e depois uma pessoa além de ficar confusa, fica ainda mais atrapalhada sem saber o que vem a seguir e o que fazer no final.
Como sabem tenho a dita entrevista de emprego brevemente, ainda não sei o dia ao certo, mas estou a contar que esta semana que vem, esta será divulgada. Mas o melhor disto tudo é que hoje recebi outra proposta de trabalho através do Centro de Emprego. É bom, aliás nos dias de hoje é muito bom, mas porque é que as coisas tendem a acontecer sempre umas em cima das outras? Depois de meses no desemprego e não recebi qualquer proposta por parte do Centro de Emprego e agora que tenho uma entrevista apareceu uma oferta para tomar conhecimento quinta feira. Ora pois claro, não posso desperdiçar nenhuma destas oportunidades, mas a "escolha" pode ser complicada. Porque depende das vantagens, depende do ordenado, depende das despesas que possa ter se for um pouco mais longe, depende se depois da entrevista eu serei seleccionada para o cargo, opa depende de muita coisa, que junta forma uma bola de neve e temos de decidir qual das partes será a mais vantajosa. Sei que hoje em dia, escolher não está nos nossos dicionários  por vezes temos de aceitar o que aparece, mas odeio quando me vejo nestes casos, onde tenho de escolher. Em que podia muito bem fazer uma coisa de cada vez, ter tempo para gerir o mais vantajoso e não me vir a arrepender. Não sei se estão a perceber o que vos quero dar a entender  só sei que depois de tanto tempo sem receber nada, agora vem tudo aos trambolhões. Só espero que a entrevista não calhe no mesmo dia que tenho a convocatória no centro de emprego, só me falta mais essa lol.
Faz-me lembrar há dois anos atrás quando tive alguns meses no desemprego depois de um estágio profissional e concorri a um curso, fiz os testes psicotécnicos e faltava-me saber os resultados se ia entrar ou não, nessa espera recebo uma chamada da empresa onde tinha estagiado para trabalhar meio ano lá para substituir uma senhora que estava grávida. Exactamente aí não consegui dar uma resposta, então tive de alguma forma saber se entraria no curso ou não, para aproveitar a oportunidade de trabalhar mais 6 meses na empresa que já conhecia e já tinha experiencia. Foi também uma decisão difícil  porque poderia perder as duas coisas, perder os 6 meses por pensar que entraria no curso e perder o curso por pensar que os resultados seriam positivos. Enfim, arrisquei e entrei no curso. Tive sorte em ter optado por essa via, pois até porque me fazia mais falta a formação para currículo do que trabalhar numa empresa onde já tinha estado e perder as regalias de primeiro emprego.
Agora surgiu esta situação...aiii ... Espero que corra tudo bem.

Comentários

  1. que tudo te corra bem amiga
    Beijo charmoso e visita a almofada retirada no meu Blog...Bom fim de semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bem-vindo Mister.
      Acho que não nos conhecemos para me chamares de amiga, mas tudo bem lol
      Obrigada pelo teu comentário.
      Bom fim de semana.

      Eliminar
  2. Comigo acontece o mesmo! Não no que toca a emprego mas em outros casos. Quando acontece alguma coisa má parece que acontecem outras logo a seguir mas quando é algo bom acontece o mesmo :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que raio de vida que nos prega estas partidas =/

      Eliminar
  3. Sabes que as contratações não são iguais todo o ano, quem procura agora será para começar o ano com a nova pessoa :) E acima de tudo, não temas quanto tens por onde escolher, é sempre melhor!

    Beijo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oh eu sei J.
      Mas era escusado ser tudo ao monte e fé em Deus Lol
      Beijinho

      Eliminar
  4. aqui a obra da polícia de choque e interroga-te se a violência não será gerada por provocadores infiltrados pela própria polícia.
    Aliás, é histórica a prática da polícia em relação a manifestantes à porta de empresas com salários em atraso. Os trabalhadores da TAP, os vidreiros da Pereira Roldão, os operários da INDEP... e toda uma lista de empresas onde as boas actuações dos cães raivosos da polícia de choque se evidenciaram, contra quem lhes mete o pão na mesa: os trabalhadores.
    Eu não apelo à violência dos manifestantes, porque para violência já chega a da polícia, mas desde que vi 18 colegas com salários em atraso terem ido para o hospital com a cabeça partida, só porque, em fins de Janeiro, estávamos a pedir o nosso salário de Dezembro, não me comovo com bófias apedrejados. Lamento só as que caem ao lado.
    Quando toca a bater, eles batem sempre nos mais fracos.
    E acredito, piamente, que há sempre provocadores infiltrados nas manifestações, polícias à paisana, para darem motivo à polícia para dispersarem os manifestantes à bastonada. :/

    ResponderEliminar
  5. Não há fome que não dê em fartura.
    Boa sorte. :)

    ResponderEliminar
  6. é verdade, esta-se tanto tempo á espera que algo aconteça, e depois vem tudo ao mesmo tempo e não se sabe o que fazer! mas vai correr tudo bem, vais ver :)

    ResponderEliminar
  7. Olá :D
    Sim, aparece realmente que vêm as pares. Mas já que vêm, que sejam boas noticias :D
    Vais ver que tudo se há-de resolver e ficarás com um bom emprego :)
    Muita sorte*
    Beijinhos*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vamos lá ver... Já ando com os nervos à flor da pele :)
      Obrigada.
      Beijinhos*

      Eliminar
  8. Vai tudo correr bem :) (adoro a musica do teu blog)

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

A Madrinha tem Saudades Tuas

Tragédia que Nunca Esquecerei

Puffs Mágicos - Uma ideia criativa