Avançar para o conteúdo principal

Animais Domésticos, eu tenho e tu?

Desde pequena fui habituada a ter animais domésticos, desde cães, gatos, pássaros, tartarugas etc. Mesmo já tendo sido atacada por um gato siamês em criança e mordida por um cão na rua, não sou capaz de viver sem animais de estimação. Mas os que adoro mesmo são os cães, não me vejo sem eles ao longo da minha vida. Já tive 2 cães antes e atualmente tenho outros dois. Quando os anteriores faleceram foi uma dor enorme e um vazio dentro mim horrível de suportar, principalmente pela minha cadela caniche que basicamente estava sempre presente seja onde fosse dentro de casa e confesso que foi das piores dores que já tive. Como apego-me imenso aos animais, depois custa imenso superar a perda, sei que na altura fiquei um dia de cama sem querer ver ninguém. Isto também se deveu ao facto da morte dela não ter sido natural ou por velhice e acabei por ficar com aquelas últimas imagens dolorosas dentro de mim. Depois disso sentia um vazio inexplicável, achei incrível como um animal poderia estar a causar-me tanta dor por simplesmente partir. A verdade, é que para mim, são FAMÍLIA, fazem parte de mim, do meu dia a dia, do meu sorriso, pois são eles muitas vezes que me confortam, dão me um beijinho em forma de lambidela e saltam para o meu colo de forma a quererem atenção mas também para que eu perceba que estão ali como companhia e nunca estarei sozinha. 

Atualmente tenho um casal, nunca me interessei em raças de cães, desde que tenha o carinho deles, qualquer animal é bem vindo a minha casa. Adoro os meus canitos, para mim são lindos e perfeitos, apesar de irmãos, têm personalidades muito diferentes. A Luna é uma meiguice incrível, carinhosa e sempre a querer atenção. Super educada, é a minha pequenina. O Spike é um brutamontes hehe mas também tem a sua parte querida, está sempre a saltar e com uma energia sem fim (parece que tem hiperatividade), nunca vi um cão assim. Um destruidor e ciumento, totalmente o contrário da irmã, mas acima de tudo é meu e eu adoro-o.



Alguns anos atrás, tive a oportunidade de tratar das crias deles, eu sei, são irmãos (não deviam procriar), mas aconteceu e são momentos tão bons. Ver aquelas ternurinhas a crescer, brincar com elas, recordações que ficaram e que não me importava de as reviver novamente. A Luna sempre foi uma mãe dedicada e muito protetora, não largava as suas crias nem por nada. Até mesmo para comer era um castigo, chegava a dar a comida na boca porque raramente saia do "ninho" dela, só mesmo quando tinha necessidades para fazer e era ir numa "pata" e vir noutra hehe :)

Não me vejo sem eles, mas sei que um dia isso vai acontecer, mas que seja bem tarde... porque vai doer imenso. Que a minha vida sempre permita ter amiguinhos destes perto de mim, pois são eles que muitas das vezes me dão alento e atenção.
Vocês têm animais domésticos? Também se apegam com facilidade?
Contem-me tudo ^_^

Comentários

  1. Ai que lindo adorei e mesmo fofo
    tenho 2 e não vivo sem eles
    Beijinhos
    CantinhoDaSofia
    Facebook
    Tem post novo

    ResponderEliminar
  2. Concordo inteiramente com a tua opinião, Paulinha! Eu também tenho uns docinhos peludos (cão e gatos).

    ResponderEliminar
  3. Eu tenho um casal de cães: ela é uma doçura, meiga, deixa fazer tudo, ele é pequeno como o teu, até parecem da mesma raça, mas é danado :), ladra a todos, é desconfiado e MUITO ciumento, mas também é muito apegado a nós! Fazem muita companhia e como tu, apego-me com muita facilidade, como disseste é bem, são FAMILIA!!

    ResponderEliminar
  4. Que lindos! :D
    Eu tenho uma tartaruga e alguns pássaros! Mas trabalho com cães e gatos!

    ResponderEliminar
  5. Eu infelizmente não tenho nenhum animal mas adorava.

    ResponderEliminar
  6. São lindos os teus canitos :) Eu também sempre fui criada com animais, sempre tive cães e os meus avós também. Actualmente apesar de adorar cães tenho medo de todos aqueles que não conheço pois fui mordida duas vezes e fiquei com trauma mesmo. Também já perdi uma cadela Husky que era linda e cresci com ela e fiquei um dia de cama foi horrível. Mais recentemente tinha gatos e adoro gatos!! O meu Smart partiu à alguns meses atrás foi uma gato que marcou muito toda a família ainda hoje tenho uma dor no peito com a perda dele :( Neste momento como mudei para um apartamento não tenho animais mas os meus sogros têm um cão e os meus pais em breve terão outro gato :) Beijinhos

    ResponderEliminar
  7. São tão lindos!

    Eu não tenho cães mesmo mesmo meus, no entanto por várias vezes sou FAT (Família de Acolhimento Temporário), ou seja, fico com os cãezinhos que foram abandonados até encontrarem um dono definitivo. Custa um bocadinho porque acabamos por nos apegar muito a eles, e eles a nós, e depois temos que os deixar ir... No entanto fica sempre a consciência de que os ajudámos e que vão ser muito felizes :)

    ResponderEliminar
  8. Que gatos eu tenho quatro gatos e três cães, adoro animais se pudesse tinha uma quinta cheias deles.

    ResponderEliminar
  9. Já tive muitos animais. Entre cães, gatos, pássaros, peixes, colegas etc... Agora não tenho porque passo tanto tempo fora de casa que não seria justo para eles.

    ResponderEliminar
  10. Tenho uma cadelinha veio para minha casa tinha um mês e já fez 15 anos,é uma filhota para mim e família para todos nós não sei como vai ser quando ela partir,nem quero pensar já foi operada e o que sofremos só Deus sabe.
    Os meus filhos dizem que quando ela partir eu vou andar muito tempo a chorar sem parar,vai ser muito complicado mesmo. Eu amo a minha menina dá me muito carinho,apoio tudo de bommm ❤🐶

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

A Madrinha tem Saudades Tuas

Tenho tantas mas tantas saudades tuas
Queria presentear o teu crescimento
Queria que tivesses mais perto e que convivêssemos mais vezes
Queria ser uma madrinha que visses frequentemente, do que apenas uma vez por ano
Queria poder ver a tua evolução na fala, nos primeiros passos
Queria viver mais o teu sorriso pessoalmente
Ver os teus dentinhos de leite a rebentarem e as tuas choradeiras de dor
Se soubesses o tamanho da minha saudade
A saudade de te pegar ao colo
De ver somente o teu sorriso de orelha a orelha
A tua simpatia incrível e de um acordar maravilhoso
Queria ir mais vezes contigo ao parque infantil
Partilhar brincadeiras contigo e grandes beijos entre madrinha e afilhada
Ajudar-te a dar os primeiros passos e a segurar-te quando te desequilibrares
Queria tanto que estivesses aqui
Aqui, bem mais perto de mim
Estás longe, numa distancia imensa
E só te poderei ver um mês de cada ano
Isso é muito pouco para matar a saudade, para simplesmente ver-te crescer
Que saudades minha quer…

Puffs Mágicos - Uma ideia criativa

Há poucos meses atrás tive conhecimento de uma página com artigos muito originais, a Puffs Mágicos ! Fiquei bastante surpreendida com a personalização dos puffs e simpatizei imenso com a ideia então propus uma parceria. A Cati, administradora da página, aceitou o convite e não podia ficar mais contente, pois seria algo novo para presentear e dar a conhecer aos seguidores. Correu tudo muito bem e a Cati é super profissional no que faz, além de ser uma pessoa bastante simpática e responsável.
Para quem ainda não conhece a Puffs Mágicos, este post servirá para vos dar uma breve noção do que podem encontrar nela. Expus algumas fotos de puffs com e sem personalização, caso queiram com a gravação do nome têm essa possibilidade sem qualquer custo adicional. Há puffs tanto para adultos, como para bebés e crianças.
Descrição da página: "A Puffs Mágicos tem como objetivo criar puffs personalizados.
Por não haver pessoas iguais nós adotamos o conceito de personificar puffs de forma a nos t…

Em modo de Desabafo...

Hoje escrevo em modo de desabafo, sei que não tenho dado a devida atenção ao Blog, tenho me centrado mais em lançar passatempos, pois há pessoas que felizmente me vêm pedir parceria e eu agradeço a confiança que depositam. Mas tenho consciência que o tema do Blog não se centra exclusivamente em parcerias/passatempos, mas sim um pouco de tudo sobre a minha vida, opiniões, etc. Neste momento não tem sido fácil conciliar o Blog, com vida pessoal e trabalho, de qualquer forma vou tentando expor o que posso e o que de alguma forma possa contribuir para algo útil ao lerem os post's publicados. A inspiração também não tem ajudado, sinto que sou forçada a criar assuntos e isso não é bom sinal para quem tem um Blog e não sente que o que está a escrever, servirá para algo, parece que estamos a escrever apenas porque sim, apenas porque tem de ser para não deixar o "Blog às moscas".
A nível de saúde também tenho tido alguns problemas, inclusive um deles é que ando com uma dor inte…