Avançar para o conteúdo principal

Coração Só

Quem me dera que o amor aparecesse num estalar de dedos.
É complicado estar sempre a dizer ao coração, "Pára por favor, pára de sofrer sozinho".
Ele sente um vazio do tamanho do Mundo e atormenta os meus dias com esta pequena solidão que o isola e magoa. O meu lado racional diz, "Não penses, pois quanto mais pensas pior é", mas o meu coração mata-me por dentro e só me faz procurar, procurar e procurar, como se o desespero tomasse conta dele, como se algo o ameaçasse e não houvesse mais solução. Isto é cansativo, desmotivante e quanto mais queremos afastar os pensamentos, quanto mais queremos não perder tempo com isso, é quando o calor aperta e nos sofuca a respiração. Nos faz recolher, chorar e deitar toda a tristeza para fora como se ela evaporasse de uma só vez. Mas ela permanece e chega a um ponto que toma conta de nós. Posso sair, posso divertir-me, posso tentar mudar, mas sei que ela mais cedo ou mais tarde vai invadir o meu corpo de novo, vai consumir a minha alegria e vai deixar-me de rastos.

Era tão bom que aparecesses de uma vez Amor!

Comentários

  1. Eu acho que mais importante que o amor que os outros nos podem ter é o amor que temos que ter por nos proprios e se tiveres esse amor por ti não estás sozinha.

    ResponderEliminar
  2. Não desesperes Paula, ele aparece quando menos se espera. :P

    ResponderEliminar
  3. eu começo a perder a esperança sinceramente lol!

    ResponderEliminar
  4. Ele anda à espreita... É só ter os olhos abertos!!! :) :)

    ResponderEliminar
  5. Que apareca e sejas muito feliz e que seja sincero

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

A Madrinha tem Saudades Tuas

Tenho tantas mas tantas saudades tuas
Queria presentear o teu crescimento
Queria que tivesses mais perto e que convivêssemos mais vezes
Queria ser uma madrinha que visses frequentemente, do que apenas uma vez por ano
Queria poder ver a tua evolução na fala, nos primeiros passos
Queria viver mais o teu sorriso pessoalmente
Ver os teus dentinhos de leite a rebentarem e as tuas choradeiras de dor
Se soubesses o tamanho da minha saudade
A saudade de te pegar ao colo
De ver somente o teu sorriso de orelha a orelha
A tua simpatia incrível e de um acordar maravilhoso
Queria ir mais vezes contigo ao parque infantil
Partilhar brincadeiras contigo e grandes beijos entre madrinha e afilhada
Ajudar-te a dar os primeiros passos e a segurar-te quando te desequilibrares
Queria tanto que estivesses aqui
Aqui, bem mais perto de mim
Estás longe, numa distancia imensa
E só te poderei ver um mês de cada ano
Isso é muito pouco para matar a saudade, para simplesmente ver-te crescer
Que saudades minha quer…

Puffs Mágicos - Uma ideia criativa

Há poucos meses atrás tive conhecimento de uma página com artigos muito originais, a Puffs Mágicos ! Fiquei bastante surpreendida com a personalização dos puffs e simpatizei imenso com a ideia então propus uma parceria. A Cati, administradora da página, aceitou o convite e não podia ficar mais contente, pois seria algo novo para presentear e dar a conhecer aos seguidores. Correu tudo muito bem e a Cati é super profissional no que faz, além de ser uma pessoa bastante simpática e responsável.
Para quem ainda não conhece a Puffs Mágicos, este post servirá para vos dar uma breve noção do que podem encontrar nela. Expus algumas fotos de puffs com e sem personalização, caso queiram com a gravação do nome têm essa possibilidade sem qualquer custo adicional. Há puffs tanto para adultos, como para bebés e crianças.
Descrição da página: "A Puffs Mágicos tem como objetivo criar puffs personalizados.
Por não haver pessoas iguais nós adotamos o conceito de personificar puffs de forma a nos t…

Em modo de Desabafo...

Hoje escrevo em modo de desabafo, sei que não tenho dado a devida atenção ao Blog, tenho me centrado mais em lançar passatempos, pois há pessoas que felizmente me vêm pedir parceria e eu agradeço a confiança que depositam. Mas tenho consciência que o tema do Blog não se centra exclusivamente em parcerias/passatempos, mas sim um pouco de tudo sobre a minha vida, opiniões, etc. Neste momento não tem sido fácil conciliar o Blog, com vida pessoal e trabalho, de qualquer forma vou tentando expor o que posso e o que de alguma forma possa contribuir para algo útil ao lerem os post's publicados. A inspiração também não tem ajudado, sinto que sou forçada a criar assuntos e isso não é bom sinal para quem tem um Blog e não sente que o que está a escrever, servirá para algo, parece que estamos a escrever apenas porque sim, apenas porque tem de ser para não deixar o "Blog às moscas".
A nível de saúde também tenho tido alguns problemas, inclusive um deles é que ando com uma dor inte…