Avançar para o conteúdo principal

Volta Para Mim...

Eu poderia dizer mil coisas, mas como exprimir um amor que está destinado a ficar por aqui? Eu queria ter coragem de te dizer o quanto te amo, o quanto me fazes falta e que a saudade é cada vez mais insuportável de aguentar. Ouço a tua voz soando na minha mente todo o dia, toda a hora, por favor volta, volta para mim! Porque tem de ser deste jeito? Vem para perto de mim, abraça o meu corpo, beija a minha testa e faz de mim o teu porto de abrigo. Queria poder ser a luz dos teus dias, ver o teu sorriso, ouvir a tua gargalhada e deixar-me levar pelos teus sussurros no meu ouvido. Poder mergulhar nos teus sonhos, fazer parte deles e sairmos de mãos dadas como se não houvesse amanhã. Deixarmos os nossos sentimentos fluírem como duas penas que voam até onde o vento as levar, quero sentir a tua pele macia e arrepiar-me de paixão pelo teu toque, pelo cheiro do teu cabelo. E quando estiveres triste e sentires a lágrima cair-te sobre o rosto, eu quero estar lá, enxugar-ta com cuidado e com carinho fazer-te adormecer sobre o meu colo, sobre o meu aconchego.

Volta! Volta para mim, poderei ser quem tu procuras, não desistas de quem te quer feliz, de quem lutará por ti até as forças se acabarem e a esperança deixar de ter aquela bonita luz que nos faz guiar e alcançar o que nos faz sonhar. Estarei aqui, para ti, por ti, porque amo a tua forma de ser, a tua simplicidade, a tua cumplicidade naqueles olhares que só nós conseguimos trocar. Naquele sentimento que por mais que seja contrariado, está lá, bem no fundo a pedir que sim, que voltes para mim. Os obstáculos estão presentes, mas sem eles não faria sentido algo valer tanto a pena, tu vales isso e muito mais, seja pela distância que nos separa, seja pelos nossos corações magoados por uma discussão sem nexo, tudo faz parte, mas sem tentarmos tudo perde o sentido, tudo deixa de ser colorido e passa a ser preto e branco. Naquela cor misturada e transformada em cinza que nos deixa na amargura e na tristeza, não desistas, pois eu tudo farei para que voltes e permaneças.

Senão voltares, talvez não seja merecedor desse teu amor, dessa tua beleza natural, desse teu carisma que me cativa e me deixa louco de paixão. Adoro quando passas por mim e deixas aquele aroma a frutos silvestres, que em passinhos de lã vais-te deitar e quando dou por mim fico observando-te a dormir, admirando o quanto és tão bela e magnifica. Tive a sorte de te ter, mas se nunca vier a ter-te de novo, é porque não farei parte do teu caminho, do teu percurso nesta vida atribulada e confusa. Mas se assim for, espero que a felicidade permaneça sempre nesse teu sorriso adorável, nesse teu olhar encantador e nesse teu coração meigo.

Volta para mim...
Espero-te com um abraço apertado.


Texto da minha autoria, mas não tem nada a ver comigo :)
Apenas deu-me saudade de escrever estes textos que há uns anos atrás tinha o hábito de fazer.

Comentários

  1. Lindo texto e temos escritora <3 Parabéns

    ResponderEliminar
  2. Muito bonito , gostei muito, parabéns !!!

    ResponderEliminar
  3. Quando se liberta a mente, as palavras expressam a sua liberdade.. Gostei bastante :)

    ResponderEliminar
  4. Gostei muito!

    Volta para mim...
    Espero-te com um abraço apertado <3

    ResponderEliminar
  5. Muito bonito este texto.
    Parabéns, escreve muito bem!

    ResponderEliminar
  6. Amei, me identifiquei muito com o texto. Snif, snif...

    ResponderEliminar
  7. Parabens kerida gostei do texto, realmente mto tokante, emocionante... Parabens kerida

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

A Madrinha tem Saudades Tuas

Tenho tantas mas tantas saudades tuas
Queria presentear o teu crescimento
Queria que tivesses mais perto e que convivêssemos mais vezes
Queria ser uma madrinha que visses frequentemente, do que apenas uma vez por ano
Queria poder ver a tua evolução na fala, nos primeiros passos
Queria viver mais o teu sorriso pessoalmente
Ver os teus dentinhos de leite a rebentarem e as tuas choradeiras de dor
Se soubesses o tamanho da minha saudade
A saudade de te pegar ao colo
De ver somente o teu sorriso de orelha a orelha
A tua simpatia incrível e de um acordar maravilhoso
Queria ir mais vezes contigo ao parque infantil
Partilhar brincadeiras contigo e grandes beijos entre madrinha e afilhada
Ajudar-te a dar os primeiros passos e a segurar-te quando te desequilibrares
Queria tanto que estivesses aqui
Aqui, bem mais perto de mim
Estás longe, numa distancia imensa
E só te poderei ver um mês de cada ano
Isso é muito pouco para matar a saudade, para simplesmente ver-te crescer
Que saudades minha quer…

Puffs Mágicos - Uma ideia criativa

Há poucos meses atrás tive conhecimento de uma página com artigos muito originais, a Puffs Mágicos ! Fiquei bastante surpreendida com a personalização dos puffs e simpatizei imenso com a ideia então propus uma parceria. A Cati, administradora da página, aceitou o convite e não podia ficar mais contente, pois seria algo novo para presentear e dar a conhecer aos seguidores. Correu tudo muito bem e a Cati é super profissional no que faz, além de ser uma pessoa bastante simpática e responsável.
Para quem ainda não conhece a Puffs Mágicos, este post servirá para vos dar uma breve noção do que podem encontrar nela. Expus algumas fotos de puffs com e sem personalização, caso queiram com a gravação do nome têm essa possibilidade sem qualquer custo adicional. Há puffs tanto para adultos, como para bebés e crianças.
Descrição da página: "A Puffs Mágicos tem como objetivo criar puffs personalizados.
Por não haver pessoas iguais nós adotamos o conceito de personificar puffs de forma a nos t…

Em modo de Desabafo...

Hoje escrevo em modo de desabafo, sei que não tenho dado a devida atenção ao Blog, tenho me centrado mais em lançar passatempos, pois há pessoas que felizmente me vêm pedir parceria e eu agradeço a confiança que depositam. Mas tenho consciência que o tema do Blog não se centra exclusivamente em parcerias/passatempos, mas sim um pouco de tudo sobre a minha vida, opiniões, etc. Neste momento não tem sido fácil conciliar o Blog, com vida pessoal e trabalho, de qualquer forma vou tentando expor o que posso e o que de alguma forma possa contribuir para algo útil ao lerem os post's publicados. A inspiração também não tem ajudado, sinto que sou forçada a criar assuntos e isso não é bom sinal para quem tem um Blog e não sente que o que está a escrever, servirá para algo, parece que estamos a escrever apenas porque sim, apenas porque tem de ser para não deixar o "Blog às moscas".
A nível de saúde também tenho tido alguns problemas, inclusive um deles é que ando com uma dor inte…