Avançar para o conteúdo principal

Indecisa

Ir a Jersey passar um mês de férias ou uma proposta de emprego?
Parece que tudo acontece ao mesmo tempo e depois faz-nos interrogar desta forma.
Em principio estava tudo combinado passar um mês a Jersey (Inglaterra) com a família, para desanuviar e abstrair-me da rotina que estou a levar. Seria bom para mim, ia conhecer um bocadinho deste Mundo e sobretudo estar mais tempo com a minha afilhada. Mas recebi uma proposta de emprego esta semana que me deixou na dúvida se devo ou não ir com eles. Depois de tanto tempo à procura de emprego, quando temos coisas combinadas é que elas aparecem, enfim. A verdade é que não sei se ficarei empregada, pois terei de ir à entrevista e vocês sabem como são os procedimentos, nunca sabemos se somos aceites e se realmente vale a pena.
O que fariam no meu lugar? Sei que sou eu que tenho de decidir, mas estou receosa de fazer uma má escolha e que depois não tenha nada no fim.

Comentários

  1. Olá . Uma oferta de emprego é sempre bom! Se não fores nunca saberás se consegues ou não. Ir visitar a familia a Jersey, concerteza poderás fazer num período mais tarde. Acho que aproveitaria a proposta de emprego desse o que desse.... é que pelo menos não iria "passear" com o peso na consciencia de não ter tentado pelo menos ir á entrevista. È só a minha humilde e insegura opinião.

    Deste teu amigo

    A.B.

    ResponderEliminar
  2. Eu se calhar como isto está, tentaria ir a Jersey e como ficarás um mês inteiro por lá...porque não ver o mercado de trabalho? Estou certo que iriam gostar muito de ti. Caso contrário, viaja, nada é mais enriquecedor que isso e o trabalho se calhar até esperará por ti por cá. Beijinhos!

    ResponderEliminar
  3. Primeiro vai à entrevista, pode ser que eles te dêem uma resposta no próprio dia.
    Um dia de cada vez querida! :)

    ResponderEliminar
  4. Depende... se ir a Jersey for uma oportunidade única aproveita. se tiveres mais oportunidades para lá voltares, opta pelo emprego... nunca se sabe! :)
    Beijinho

    ResponderEliminar
  5. Eu iria à entrevista, perguntaria em quanto tempo me dariam a resposta e, dependendo do tempo disponível, iria a Jersey, ou não. Beijinhos

    ResponderEliminar
  6. Acho a viagem a Jersey uma boa oportunidade sem dúvida, mas pensando no médio/longo prazo acho que optaria por ver no que dava a proposta de emprego.

    Estaria fora de questão ires mais tarde para Jersey, caso a proposta não desse em nada? (é mesmo um OU?)

    ResponderEliminar
  7. Não me imagino na tua situação. É q se fosses de férias para outra cidade deste país, ainda te poderias juntar a eles posteriormente. Mas sendo assim para tão longe.
    Paula, sei que vais tomar a melhor decisão para ti. Força =)

    ResponderEliminar
  8. Nem vou dar opinião porque em casos assim acho que a própria pessoa deve tomar uma decisão sozinha pesando os prós e os contras das duas situações, mas no teu caso também ficaria bem indecisa. Boa sorte com esses teus pensamentos minha querida.

    ResponderEliminar
  9. Pela experiência que tenho em entrevistas (e são muitas...) eu não desperdiçava essa oportunidade e ia à entrevista. Parece-me que é uma fase incial de entrevistas e não tens a certeza se ficas ou não. Depois poderás ir ter com os teus pais, a tua afilhada...

    Penso que deverias procurar muita informação sobre a empresa em questão, se não for de empreas detrabalho temporário ou Outsourcing... ver se vale a pena investires o teu tempo, dinheiro e desgaste mental. Sei o que isso é.... Eu por exemeplo amanhã vou a mais uma, sem expectativa nenhuma porque já foram tantas que ando cansada de tanto dinheiro gasto. E sei que passei a uma fase seguinte de outra empresa e aguardo agendamento de entrevista.

    Eu não ia, sinceramente. Ia depois ter com a família. Nos tempos que correm não perdia oportunidade.

    Esta é minha opinião apenas...

    Beijinhos. :)

    ResponderEliminar
  10. Realmente nada te diz que vais ficar com esse emprego...e uma viagem dessas é uma oportunidade fantástica...
    eu não sei o que faria Paulinha...um emprego numa altura destas é um achado mas ao mesmo tempo...grrr que situação! Porque não falas com os teus pais e tentam chegar a um acordo? Sei lá, em vez de ires o mês vais só 15 dias ou uma semana, depois de saberes a resposta do emprego? Assim, vais à entrevista e à viagem...isto se for possível.
    Que decisão, Paulinha :S

    Beijocas

    ResponderEliminar
  11. Eu também ficaria um pouco indecisa, uma vez que, não é garantido, mas... podes sempre adiar durante algum tempo a viagem e se não conseguires ir depois :)

    Beijito* grande :)

    ResponderEliminar
  12. Obrigada a todos que deram opinião e sugeriram "talvez" a melhor maneira de decidir e optar o que fazer.
    A verdade é que a entrevista é dia 12 logo no dia em que os meus tios vão de viagem para Jersey, logo seria o dia que iria com eles e só voltaria em Agosto com outros familiares, visto que ia e vinha com companhia. Sei que será complicado haver outra oportunidade de lá ir, mas nunca se sabe. A entrevista, eu vou a ela e logo vejo o que me dizem e se realmente valerá a pena. Se então assim for ficarei cá e aceitarei a proposta, caso contrario vou com eles, se entretanto não surgir mais nada para atrapalhar. Mas vai ser difícil para mim chegar ao próprio dia e não saber se fico ou se vou, é como se fosse algo inesperado acontecer. Desde já agradeço o vosso apoio e palavras :)

    Beijinho grande a todos*

    ResponderEliminar
  13. ...neste ponto da tua vida o que te fará melhor? Se eventualmente ficares com o emprego sentes-te capaz de o executar sem que ele te faça mais pior que bem, sem ser prejudicial para a tua saúde? Ou será então preferivel msm ires...desanuviares a cabeça com a familia e mudar de ares?
    Não sei linda só tu estás na posse de todas as variàveis que no fim ajudam a responder a esse dilema...espero que optes pela melhor solução...bj*

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

A Madrinha tem Saudades Tuas

Tenho tantas mas tantas saudades tuas
Queria presentear o teu crescimento
Queria que tivesses mais perto e que convivêssemos mais vezes
Queria ser uma madrinha que visses frequentemente, do que apenas uma vez por ano
Queria poder ver a tua evolução na fala, nos primeiros passos
Queria viver mais o teu sorriso pessoalmente
Ver os teus dentinhos de leite a rebentarem e as tuas choradeiras de dor
Se soubesses o tamanho da minha saudade
A saudade de te pegar ao colo
De ver somente o teu sorriso de orelha a orelha
A tua simpatia incrível e de um acordar maravilhoso
Queria ir mais vezes contigo ao parque infantil
Partilhar brincadeiras contigo e grandes beijos entre madrinha e afilhada
Ajudar-te a dar os primeiros passos e a segurar-te quando te desequilibrares
Queria tanto que estivesses aqui
Aqui, bem mais perto de mim
Estás longe, numa distancia imensa
E só te poderei ver um mês de cada ano
Isso é muito pouco para matar a saudade, para simplesmente ver-te crescer
Que saudades minha quer…

Puffs Mágicos - Uma ideia criativa

Há poucos meses atrás tive conhecimento de uma página com artigos muito originais, a Puffs Mágicos ! Fiquei bastante surpreendida com a personalização dos puffs e simpatizei imenso com a ideia então propus uma parceria. A Cati, administradora da página, aceitou o convite e não podia ficar mais contente, pois seria algo novo para presentear e dar a conhecer aos seguidores. Correu tudo muito bem e a Cati é super profissional no que faz, além de ser uma pessoa bastante simpática e responsável.
Para quem ainda não conhece a Puffs Mágicos, este post servirá para vos dar uma breve noção do que podem encontrar nela. Expus algumas fotos de puffs com e sem personalização, caso queiram com a gravação do nome têm essa possibilidade sem qualquer custo adicional. Há puffs tanto para adultos, como para bebés e crianças.
Descrição da página: "A Puffs Mágicos tem como objetivo criar puffs personalizados.
Por não haver pessoas iguais nós adotamos o conceito de personificar puffs de forma a nos t…

Em modo de Desabafo...

Hoje escrevo em modo de desabafo, sei que não tenho dado a devida atenção ao Blog, tenho me centrado mais em lançar passatempos, pois há pessoas que felizmente me vêm pedir parceria e eu agradeço a confiança que depositam. Mas tenho consciência que o tema do Blog não se centra exclusivamente em parcerias/passatempos, mas sim um pouco de tudo sobre a minha vida, opiniões, etc. Neste momento não tem sido fácil conciliar o Blog, com vida pessoal e trabalho, de qualquer forma vou tentando expor o que posso e o que de alguma forma possa contribuir para algo útil ao lerem os post's publicados. A inspiração também não tem ajudado, sinto que sou forçada a criar assuntos e isso não é bom sinal para quem tem um Blog e não sente que o que está a escrever, servirá para algo, parece que estamos a escrever apenas porque sim, apenas porque tem de ser para não deixar o "Blog às moscas".
A nível de saúde também tenho tido alguns problemas, inclusive um deles é que ando com uma dor inte…