Força Fabiana!


Porque a vida prega-nos partidas, daquelas que não estamos à espera.
O cancro é uma delas, daquelas partidas que nos desfazem por dentro, que mal a noticia nos entoa no ouvido, faz o Mundo cair aos nossos pés.
Tudo deixa de fazer sentido, tudo passa a ser em vão, naquele momento em que nos derrubam com tal noticia. Só queremos chorar e desejar que seja um pesadelo que nos invadiu a mente. Enquanto não caiamos na realidade, ficamos perdidos, perdidos com a dor de saber que algo terá de ser combatido para o bem da nossa saúde. Depois damos por nós a lutar com uma força que por vezes não sabemos de onde vem, com uma esperança enorme que tudo passe, que sejamos vitoriosos e que voltemos a sorrir com a mesma alegria. Desistir nunca será o passo a dar, a doença nunca será mais forte que nós, custa, custa imenso, mas dar oportunidade que ela nos tire o brilho de viver é deixar a vida para atrás e abandonar sem sequer ter tentado. Nunca passei por nada disto e espero nunca passar, dor como esta só sabe quem passa por ela, eu simplesmente limitei-me a transmitir o que de certo eu sentiria se o cancro fizesse parte dos meus dias. A verdade é que os meus avós morreram com esta dita doença, era pequena e não me recordo bem, mas o sofrimento foi visível aos olhos de quem por perto viveu a angústia de um futuro incerto, entre a vida e a morte. Contudo, soube de um caso de uma menina que tem leucemia e nunca mais me esqueci dela.
Quero que ela saiba que apesar de tudo estou a torcer para que fique bem, para que arranje sempre força para viver um dia de cada vez e para sorrir todos os dias com a esperança de melhorar.
Muita força e coragem, Fabiana.
Um beijinho enorme*

Nunca caias e se caíres, olha sempre em frente com coração.

Comentários

  1. Merda de doença!!!! Nunca mais há uma cura. Força para a tua amiga e, também para ti *

    ResponderEliminar
  2. Ohhhh :S:S
    As melhoras para elaaa!!

    Beijinho*

    ResponderEliminar
  3. força... :S ... Espero que tudo corra pelo melhor... partidas da vida... mas que a farão mais forte...*****

    ResponderEliminar
  4. Que post bonito, Paula!
    Espero que ela possa ler o que você escreveu.
    Às vezes, palavras de apoio como essas podem ajudar muito.
    Um beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Isa, também espero que ela leia, apesar de não saber se ainda segue o meu blogue, já não tenho contacto com ela a algum tempo. Mas nunca me esqueci dela.
      Beijinho*

      Eliminar
  5. É uma doença muito cruel :\

    De qualquer forma, ela pode ser vencida com amor e força, o importante é que as pessoas se sintam amadas.

    Beijito* grande

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mesmo Letícia!
      Esperemos que seja mesmo vencida, ninguém merece nada disto.
      Beijinho*

      Eliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

A Madrinha tem Saudades Tuas

Tragédia que Nunca Esquecerei

Avó Ausente