Um Coração Que Ama


Quero que sorrias com a minha presença
Que não chores de tristeza, pois se o fizeres limparei todas as tuas lágrimas
Não deixes que te magoem o coração
Esse coração frágil e de um dom especial
Segue sempre os passos que ele te disser
Mas sê racional ao fazê-lo e não caias por precipitação
Se algumas palavras te bofetearem e provocarem dor
Não hesites em contactar-me, eu farei com que as minhas palavras te acarinhem o rosto
Abraçar-te-ei e cuidarei de ti até quando deixares de me chamar
Sê sempre tu mesma, sempre delicada e serena
Embora tímida e discreta, tens a elegância de uma mulher atraente
Tens uns olhos castanhos avelã que brilham de sinceridade
És a flor que vai deixando as suas pétalas em todos os caminhos que passa
Deixas a tua marca de carinho e gratidão
És alguém de coração cheio, alguém diferente
És simplesmente única. 

[Imaginação]

Comentários

  1. não sei se é bem de terror porque ainda não vi o:
    gostei muito, escreves muito bem :)

    ResponderEliminar
  2. Uau, que post tão bonito, gosto mesmo tanto desta tua escrita, de quando falas de amor, de um amor verdadeiro, daquele que eu tanto apregoo existir.

    Gostei mesmo.

    Um Beijinho :)*

    ResponderEliminar
  3. Olá Paula, parabéns pelo prémio que te coube no sorteio da Árvore de Natal da Blogosfera!! :)

    ResponderEliminar
  4. Oh! É tão lindo, Paula *.*
    Beijinhos e bom domingo :D

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

A Madrinha tem Saudades Tuas

Tragédia que Nunca Esquecerei

Avó Ausente