Do Bom do Natal e o Sorriso de Hoje

Hoje posso sorrir, tenho motivos para isso :)
O post anterior foi um grande desabafo que precisava de fazer, talvez pelo facto de querer libertar um pouco a mágoa que ia dentro de mim e desde já agradeço do fundo do coração todas as vossas palavras, todo o vosso carinho e preocupação, sem vocês sem dúvida que o meu sorriso não seria tão grande e luminoso.
Estou grata por sempre me acompanharem, por sempre terem algo para me dizer, mesmo que seja bom ou mau, são sinceros, são pessoas que dou valor e que guardo comigo todas as palavras que me dedicam.
Parece que depois da tempestade vem a bonança, não é? Acho que foi mais ou menos assim, hoje o dia correu bem e aquela raiva e mágoa apagou-se, não fosse meu pai, pois não sou capaz de estar zangada com os que são mais próximos, porque os amo mais que tudo. Claro que os erros feitos nunca poderão ser apagados, mas ninguém é perfeito e por vezes ouvimos palavras que nunca são merecidas, mas mal o nosso ouvirmos e termos de ser fortes para alguns gestos ou atitudes não nos abalem tanto. O meu pai errou é certo, mas nós filhos também não erramos? Às vezes até demais, apesar de me achar uma boa filha, sem lhes dar preocupações, sempre tentei ser o mais correcta possível, mas como qualquer um por vezes também erro, só que ao contrário do meu pai, eu peço desculpa e reconheço o erro, já o meu pai não admite mas sei que ele sentiu na pele a minha tristeza. E confesso que não consegui disfarçar, porque a vontade de chorar era enorme no dia seguinte, mas controlava-me e tentava não pensar na noite passada. Contudo, hoje fomos levar a minha tia à Figueira da Foz e resolvemos dar umas voltinhas pelas lojas e afins, eu algum tempo desejava comprar umas botas de cor beje ou castanhas claras e quando vi umas nas monstras fiz questão de experimentar, estive indecisa em dois pares, mas lá me decidi. Mas as botas seriam pagas com o dinheiro que recebi como prenda do meu tio, mas quando fui para pagar as ditas, o meu pai disse somente "Eu pago.", se soubessem o quanto sorri, o quanto me alegrou aquele gesto dele. Claro que não é a primeira vez que ele me faz isto, às vezes quando gosto de algo ele por vezes oferece, mas confesso que é muito raro acontecer, porque normalmente saio mais com a minha mãe. Sei que o amor não se compra, sei que por ter me oferecido umas botas não tenha apagado aquela noite, mas digo-vos todo o meu coração ficou mais leve e sentia-me feliz. Ainda para mais adorei as botas e apesar das poucas prendas que tive neste Natal, foram muito boas, pois adorei-as. A outra prendinha foi da minha tia que antes da noite de Natal fomos fazer as últimas compras e como gabei uma mala que estava especada a olhar para mim :p Foi directinha para as minhas mãos. Abaixo deixo algumas fotos destas duas prendinhas, da mesa da consoada com o tradicional bacalhau e a outra mesinha com as doçarias :)
Da vizinha recebi uma queijeira que ficará para o enxoval :p

Ah! E nada melhor que chegar a casa hoje e receber dois mail's com a informação que ganhei dois sorteios. 
Um colar e brincos no blogue da Miúda e um relógio Hello Kitty no blogue da The Pink Leather jacket.
E sabem que mais, a minha tia trabalha num centro de saúde e pelo que parece os utentes oferecem garrafas de vinho aos médicos, então no final fazem cabazes e rifas para os mesmos, a minha tia nem queria participar e comprar uma rifa, mas para não ser desmancha prazeres lá pagou 2€ e não é que lhe calhou 12 garrafas de vinho Lol Vieram reencaminhadas cá para casa, porque ela não bebe :p

Foi um dia cheio de coisinhas boas, talvez para compensar a noite mal terminada.


Malinha oferecida pela tia

Mesa da consoada

Mesa das doçarias

Ficou gira esta mousse enfeitada, digam lá :p

Uma rosinha no meio dos coscorões


As botas que o pai ofereceu
A mãe já tinha oferecido o casaco azul que mencionei num post anterior

Por fim, malinha, botas e indumentária completa :p

Comentários

  1. ainda bem que já estás melhor (:
    uii só coisinhas boas :)

    ResponderEliminar
  2. Áinda bem que existem coisas boas :)
    bjinhos

    ResponderEliminar
  3. É sempre bom haver coisas boas que sobreponham as coisas más e que nos alegre o espírito :)
    Fico feliz por ti, por nem tudo ter corrido mal. Pois nestas quadras festivas o que mais queremos é que tudo corra às mil maravilhas, com momentos de alegria junto daqueles que mais gostamos.
    Gostei muito das prendinhas que recebeste, ficam-te 5*

    Beijinho
    Diana

    ResponderEliminar
  4. Ainda bem que o dia de ontem te correu melhor! As botas são muito bonitas :)

    ResponderEliminar
  5. Há sempre que acreditar que dias melhores virão, e tu foste a prova disso mesmo Paulinha =) Depois de um dia mau, hoje tiveste a recompensa! E eu fico mesmo muito feliz por ti =)

    ResponderEliminar
  6. Veeees só coisas boas, há dias que nos fazem sorrir :)


    Beijinho*

    ResponderEliminar
  7. Ora vês como tudo não passou de um desabafo?
    Nós por vezes temos assim uns repentes... é do stress em que vivemos. Depois descarregamos nos que estão mais perto que, por norma, são os que mais amamos.
    São feitios. :)

    ResponderEliminar
  8. Ainda bem que está tudo bem :)
    Tu tens muita sorte em sorteios, rapariga!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pudera em tantos que participo mal vai se não ganho nada :p

      Eliminar
  9. É bom saber que já estás com um sorriso no rosto :)
    Que sorte... Eu participo em sorteios, passatempos, e nunca ganho nada xD
    Beijinhos*

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

A Madrinha tem Saudades Tuas

Tragédia que Nunca Esquecerei

Puffs Mágicos - Uma ideia criativa