O Poder do Amor

O nosso amor...

Era uma chama que ardia num fogo luminoso, que fazia com que sentíssemos o calor dos nossos corpos, da nossa paixão bonita e saudável, que fazia sorrir de uma forma tão sincera e transparente, em que acreditávamos que todos os sonhos viravam realidade.
Lembras-te quando passeávamos pela praia e eu corria de felicidade cobrindo os pés de areia e água salgada e tu apreciavas-me com esse teu ar tão sereno. Ias-me fotografando com um prazer enorme, mesmo não tendo jeitinho nenhum, mas essas fotos seriam hoje a plena recordação, a plena saudade deitada num peito destroçado.
Lembras-te quando me olhavas daquele jeito curioso, daquele jeito de me deixar sem respiração, mas que no momento só te apetecia beijar-me, e fazer daquele beijo, um beijo sem final para terminar, que simplesmente permanecesse e que o tempo, esse parasse naquele instante.
Lembras-te quando de mãos dadas nós ficávamos sentados naquele simpático banco de jardim a apreciar as pessoas a passar, as crianças a brincar e os casais amorosos a namorar, e nós éramos sem duvida um deles, mas sempre partilhando gestos meigos e discretos.
Lembras-te quando fizeste aquela pequena loucura de amor por mim, onde no meio de uma vasta multidão ajoelhaste-te a meus pés e beijaste-me a mão delicadamente e disseste bem alto "EU AMO-TE". Puxaste-me para perto de ti e de mansinho no meu ouvido acrescentaste "PARA SEMPRE MEU AMOR", fiquei com tamanha vergonha e corada que nem um tomatinho, mas beijei-te de tal maneira que tudo se varreu, toda a vergonha, toda a timidez e assim ficámos ali rodeados de pessoas à nossa volta, uns para lá outros para cá, mas o centro era só nosso, aquele momento fazia parar todo o tempo, tudo o que nos rodeava.
Lembras-te quando perdemos a virgindade juntos, quando perguntaste-me com um olhar fixo e meigo, "Estás mesmo preparada?" e eu sem meias medidas agarrei o teu corpo contra o meu e fizemos a nossa entrega total com a consciência que era aquilo que mais desejávamos e hoje faria tudo igual.
Lembraste daquelas discussões que nos deixavam de rastos, que nos magoávamos sem perceber que isso nos ia ferir mais tarde, mas sempre que fazíamos as pazes era simplesmente maravilhoso, dávamos um abraço como se nunca tivesse sentido nenhum igual antes.
Lembras-te como tudo foi intenso, eu quero continuar a acreditar que vais acordar, que vais olhar-me e dizer um simples Olá e tudo vai ser como antes. As minhas lágrimas secaram, o peito anda destroçado e o meu coração derrama sangue de tristeza gélida e amarga. Hoje revejo todos os nossos momentos, foram todos eles mágicos, menos este ao ver-te assim, de olhos fechados e sem saber o dia que os vou ver de novo abertos e cobertos de meiguice a deslumbrar-me. Tenho tantas saudades tuas meu amor. A minha mão continuará sempre ligada a tua sempre que estiver a teu lado e os meus beijos vais sempre recebê-los até ao dia em que me disserem que chegou o fim. Quero simplesmente acreditar que és forte e vais superar e viver de novo uma vida comigo, partilhar de novo tudo o que vivemos, todo o nosso amor forte e maravilhoso.
Ficarei o tempo que for preciso à tua espera, todo o meu ser chora por ti, as lágrimas essas já não saem porque nem força já tenho para chorar lágrima sobre lágrima, quero sim puder sorrir quando a tua mão mexer e apertar a minha, quero sentir de novo esse coração a bater por ti, por mim, por nós e não ligado a uma máquina, a um objecto que te faz permanecer aqui perto de mim. 
Agora terei de me ir embora meu Anjo, mas voltarei em breve, prometo sonhar contigo e ter-te sempre na minha mente. Mas faz-me um favor nunca me deixes sozinha, amanhã cá estarei. Espera por mim, por favor. Porque eu vou esperar por ti.


Um Romance de pura paixão.
Criado por pura imaginação.

Comentários

  1. Mais do que ler, é bom viver um amor. ;)

    Kiss

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tens razão Essência :) Senti-lo é muito melhor :)

      Eliminar
  2. Bonito texto. Mais uma vez, é complicado distinguir a realidade a ficção :)

    Beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Basta imaginar Paulo :)

      Obrigada pela visita :)

      Beijinho*

      Eliminar
  3. Ainda que seja imaginação...é um texto tão triste!
    Amores verdadeiros nunca deveriam ter um final assim. A não ser que você vá escrever um outro fim para essa história :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isa fizeste-me rir lol
      Sim é triste no final, mas não sabes se ele vai acordar do coma :) Se acordar até pode ter um final feliz :p
      Às vezes não podemos todos terminar com o bem dito final de todos felizes para sempre, há que haver algum drama :)

      Eliminar
    2. É que ando em uma fase sensível demais...
      Estou querendo que todos os finais do mundo sejam felizes :D
      Ai...ai...

      Eliminar
    3. A serio Isa? Pensei que andava tudo bem contigo em relação aos amores :) Alias pensei que a viagem tinha corrido lindamente.

      Vá, para a próxima vou pensar no que me disseste e vou tentar idealizar um final feliz :p

      Eliminar
    4. Mas está...e é por isso mesmo!!! :p
      Beijocas!!!

      Eliminar
    5. Ahhhh prontooo já entendi :p
      Não posso estragar esse clima de bom amor :p

      Devia levar umas palmadas, aiii, para a próxima será tudo feliz para SEMPRE :p

      Eliminar
  4. Gostei da escrita... :) gosto de finais trágicos e mais dramáticos (isto é a minha teatralidade a falar).. xD apesar de os finais felizes serem sempre bonitos.. xD costumo escrever poesia, mas agora comecei uma história em prosa que publiquei no blogue mas que ainda não acabei, deixaste-me com vontade de a continuar..

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Catia eu também andei a escrever um romance, mas agora ando sem vontade de o continuar. A ver se algum dia dou continuidade. :)

      Eliminar
    2. Gostava imenso de ler :) tens de publicar ;)

      Eliminar
    3. Então farei o seguinte no próximo post que escrever vou falar do meu romance e quem estiver interessado em ler, eu coloco o meu mail para mandarem os contactos. Porque o blogue da historia é privado :)

      Eliminar
    4. ah boa boa ;) estou curiosa ;) depois envio ;)

      Eliminar
  5. Força nisso, escreves tão bem, tens de continuar esse romance que eu quero poder ler!!! Beijokinhas;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Dreams obrigada querida :)

      O Romance que falei à Catia, nada tem a ver com este que escrevi neste post. É uma historia que em tempos andava a escrever. Mas tens razão devia continuar, mas falta vontade e inspiração :)
      Se quiseres ler tenho noutro blog mas é privado. Para leres terás de me dar o teu e-mail. Beijinho

      Eliminar
  6. Gostei...
    Eu não tenho jeito para escrever :(

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. EL Obrigada :)

      Todos nós sabemos escrever, mas talvez uns tenham mais jeito para a escrita que outros. Eu não acho que tenha escrito algo assim tão de extraordinário e penso que o saberias escrever da mesma forma :) Basta te deixares levar pela inspiração e pela imaginação.

      Eliminar
  7. Acho que já disse isto uma vez (não tenho a certeza).

    Se escreves assim tão bem quando estás só a imaginar a história e as personagens, quero muito ler a tua história com sentimentos e palavras do fundo da alma e do coração.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vera não percebi... Eu normalmente idealizo muito e escrevo consoante a minha imaginação. Claro que refiro-me a este tipo de post, porque tenho outros que são mesmo pessoais. Mas a historia que te referes é qual? Ao outro Romance que andei a escrever? Mas esse também é pura imaginação, nada tem a ver comigo :)

      Eliminar
  8. Ai Paula, Paula, tu quase me que metes a chorar com estes textos, pah! =P
    Adorei mesmo. Parabéns =)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Catia obrigada :)

      Ainda bem que as minhas palavras conseguiram tocar alguns corações :)

      Eliminar
  9. Quero dizer que vou adorar ler o romance que vais viver (um dia destes), porque quando está a escrever com a imaginação fica fantástico, quando estiveres apaixonada e estiveres a escrever com o coração vai ficar muito especial.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ah Verinha és uma querida :)

      A minha imaginação voa muito e espero um dia encontrar mesmo um grande amor, como eu relato nos meus pensamentos e na escrita. E Verinha acredita que se esse dia chegar e ainda estiver por aqui pela blogosfera, vos vou contar de certeza e falar de bonitos pormenores :)
      Quem me dera que esse dia já tivesse chegado, mas pronto :)

      Eliminar
  10. Que linda história Paulinha, que amor belo, real, verdadeiro, puro... e é tão bom quando se consegue vivenciá-lo! :) Adorei a tua escrita... o final é triste sim, mas enquanto ele estiver ligado, há esperança... ;)
    Parabéns, adorei mesmo!
    beijinhos

    PS: eu também quero ler o teu romance

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá V*zinha :)
      Ainda bem que gostaste de ler, é óptimo ler essas palavras e que de certo modo a minha escrita transmite um bom estar nas pessoas que a lêem. Nem sempre fico com essa impressão, mas basta ler comentários como os teus para colocar logo a duvida de lado :)

      P.S. No próximo post vou referir o Romance e dar a conhecer a quem quiser, não está completo, nem sequer a meio vai, mas já tem muito que ler :)

      Eliminar
  11. Oh que textinho mais lindo *-*

    Tens talento amiga e tu sabes disso, nunca pares de escrever :)

    E tens razão, nós temos maneiras diferentes de escrever, mas de qualquer das maneiras é isso que torna a minha, a tua, única :)

    Nenhuma se repete, é certo. E para além de únicas são verdadeiramente especiais, nossas :)

    Beijito enorme amiga :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Leticia :)

      Concordo plenamente contigo, diferentes mas únicas :)

      Beijinhooo*

      Eliminar
  12. um dia escrevi um texto parecido....(quando o meu blog ainda tinha algo de jeito para se ler =P)tão bonito e triste ao mesmo tempo! Queria tanto conseguir escrever assim =S
    bj*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E tu consegues, mas colocaste isso na cabeça que não consegues e não consegues, que acabas mesmo por não conseguir.
      Vai tentando..às vezes também pode ser falta de algo que nos inspire. Olha comigo é sempre a música e a imaginação, posso às vezes trazer algumas memorias mas não muitas. Isto referindo-me a este tipo de textos que são mais baseados em imaginação.

      Eliminar
    2. pois eu acho que me falta é mesmo inspiração....não sei onde a minha se escondeu =)

      Eliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

A Madrinha tem Saudades Tuas

Natal na Aldeia - Castanheira COM VIDA!

Tragédia que Nunca Esquecerei